O Código d'Avintes

O C digo d Avintes Tudo come a em torno da trama sinistra do Conclave dos Cavaleiros Teut nicos da Nova Ordem que quer dominar o mundo sem olhar a meios Por seu lado Isa as Pires professor de medicina expulso da Ordem

  • Title: O Código d'Avintes
  • Author: Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha
  • ISBN: 9789895552153
  • Page: 175
  • Format: Paperback
  • Tudo come a em torno da trama sinistra do Conclave dos Cavaleiros Teut nicos da Nova Ordem que quer dominar o mundo sem olhar a meios.Por seu lado, Isa as Pires, professor de medicina expulso da Ordem por pr ticas pouco ortodoxas, pertencente a uma outra organiza o que se op e aos intuitos p rfidos do Conclave, sofre um trauma e desata a falar aramaico, l ngua corrente noTudo come a em torno da trama sinistra do Conclave dos Cavaleiros Teut nicos da Nova Ordem que quer dominar o mundo sem olhar a meios.Por seu lado, Isa as Pires, professor de medicina expulso da Ordem por pr ticas pouco ortodoxas, pertencente a uma outra organiza o que se op e aos intuitos p rfidos do Conclave, sofre um trauma e desata a falar aramaico, l ngua corrente no tempo de Cristo na Palestina e logo a seguir come am a morrer patos e pombos por todos os cantos.De repente, todos os personagens, o anjo Gabriel e a sua Sara, Lilith, delirante diva, a Arminda do bar do hospital, o doutor Fraga, a padeira de Avintes, o ex inspector Nuno Costa, o professor Aquilino, especialista em l nguas mortas, e outros mais, bons e maus, desatam a procurar antiqu ssimas rel quias sagradas que podem conferir um poder indescrit vel queles que as possu rem.O c mulo que a chave do c digo para chegar a essas rel quias est escondido justamente numa bela terra beira do Douro e, por isso mesmo, ficar para sempre conhecido por O C digo d Avintes.

    • O Código d'Avintes BY Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha
      175 Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha
    • thumbnail Title: O Código d'Avintes BY Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha
      Posted by:Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha
      Published :2019-07-14T19:44:45+00:00

    About “Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha”

    1. Alice Vieira João Aguiar José Jorge Letria Luísa Beltrão Mário Zambujal Rosa Lobato de Faria José Fanha

      Alice Vieira nasceu em 1943 em Lisboa licenciada em Germ nicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Em 1958 iniciou a sua colabora o no suplemento Juvenil do Di rio de Lisboa e a partir de 1969 dedicou se ao jornalismo profissional Desde 1979 tem vindo a publicar regularmente livros tendo, editados na Caminho, mais de cinco dezenas de t tulos Recebeu em 1979, o Pr mio de Literatura Infantil Ano Internacional da Crian a com Rosa, Minha Irm Rosa , em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi , o Pr mio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil e em 1994 o Grande Pr mio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra Foi indicada, por duas vezes, como candidata portuguesa ao Pr mio Hans Christian Andersen Trata se do mais importante pr mio internacional no campo da literatura para crian as e jovens, atribu do a um autor vivo pelo conjunto da sua obra Alice Vieira uma das mais importantes escritoras portuguesas para jovens, tendo ganho grande projec o nacional e internacional Foi igualmente apresentada por duas vezes, como candidata ao ALMA Astrid Lindgren Memorial Award.

    131 thoughts on “O Código d'Avintes”

    1. O Código d'Avintes, à semelhança do que acontece com Os Novos Mistérios de Sintra, é um livro escrito a "7 mãos". Sete autores nacionais rumaram a Avintes, junto de Gaia, para provar as famosas broas e conhecer a localidade. Mais tarde puseram as mãos à obra e criaram a história que foi passada entre mãos e escrita um pouco ao sabor do improviso. Tornou-se hilariante perceber os detalhes rebuscados que foram deixando ao longo da história, para depois passarem a batata quente ao escrit [...]


    2. É curioso como é que tantos autores conseguem escrever um trabalho de ficção deste género.Bem, achei a ideia engraçada, mas no fim acabei por não ficar tão entusiasmada quanto isso.


    3. Grande inicio, prende o leitor, o enredo está engraçado e com bastante movimento! Perde um pouco a dinâmica mais para o final, mas tem um final engraçado e algo inesperado! Gostei bastante de o ler!


    4. Decididamente já tenho a minha conta em relação a estas histórias escritas a sete mãos (se for escrita a lápis/caneta, se for em computador/máquina de escrever foi a 14 mãos).O primeiro livro que li desta equipa de autores foi o "Eça Agora" e na altura comentei que, apesar de algum cuidado na ligação dos capítulos, eram bem visíveis as "emendas" e reviravoltas que os diversos autores utilizaram para tentar levar a história ao fim.Sempre pensei que, sendo o "Eça Agora" o terceiro l [...]


    5. Tudo começa em torno da trama sinistra do conclave dos Cavaleiros Teutónicos da Nova Ordem que quer dominar o mundo sem olhar a meios.Isaías Pires, professor de Medicina expulso da Ordem por práticas pouco ortodoxas, pertencente a uma outra organização que se opõe aos intuitos pérfidos do Conclave, sofre um trauma e desata a falar aramaico, língua corrente no tempo de Cristo na Palestina e, logo a seguir, começam a morrer patos e pombos por todos os cantos.De repente, todas as personag [...]


    6. Começou a segunda série do livro secreto e calhou-me, em sorte, este livro do qual nunca tinha ouvido falar. Erro meu, eu sei. Aliás, na verdade, nem deste nem dos outros dois ou três escritos pela mesma equipa mas não em equipa. Basicamente, cada autor teve direito a escrever um capitulo tendo por base apenas e só os capítulos anteriores. Uma semana a cada um e andemos para a frente.Nota-se, por isso, algum "desencadeamento" na história mas, ainda assim, resulta bem. Não é complicado [...]


    7. Pois é vindo das tortuosas mentes da Alice Vieira, João Aguiar, José Fanha, José Jorge Letria, Luísa Beltrão, Mário Zambujal e Rosa Lobato de Faria, o processo de escrita deste livro foi bem catita: um escreve um capítulo e envia para o escritor seguinte que simplesmente desfaz a história do primeiro. É verdade: em cada capítulo temos uma história diferente, capaz de baralhar os próprios autores. Pontuado de humor, sado-masoquismo, batatas recheadas, Maria Madalena, anjos e até um [...]


    8. O valor deste livro acaba por ser a originalidade da concepção, já que cada capítulo é escrito por um autor diferente, mas enredo em si bem, não tem ponta por onde se lhe pegue.A intenção da história seria ser uma sátira ao Código Da Vinci (ou não), possivelmente numa toada humorística, contudo acho o resultado final bastante fraco. Os capítulos não têm grande nexo, bem como o desenrolar da acção em si, sem fio condutor, e nem as situações potencialmente humorísticas salvam [...]


    9. E quase dois meses depois acabei o livro. Peço desculpa pela demora mas não dava mais rápido. Gostei bastante do livro, por isso não o quis deixar ir sem lhe dar uma oportunidade.A história é hilariante. Cada capítulo melhor do que o outro. Melhor e mais confusoDesde o principio desconfiei daquele anjo louro ninguém é assim tão perfeito. E lili, ou lilith, ou liliana, é uma personagem de ir às lágrimas de tanto rir. Ora é burra, ora se faz de burra, ora pensa que é burra não se d [...]


    10. Começa com muito humor, desenvolve-se de um modo parvo e o fim precpipita-se de repente e puff, o livro acaba.Ainda assim não foi do pior que li e considerando que foi escrito a sete mãos até está muito bom!



    11. Um aventura algo cómica, como se fosse uma comédia ao "O Código Da Vinci". Quem gosta do conceito, aconselho.




    12. A premissa é promissora e o livro até começa razoavelmente bem. Os primeiro capítulos prometem um nível de graça que não se cumpre pela maior parte do livro. A escrita é desconexa e nota-se claramente a influência de meia dúzia de pessoas no livro, não parece uma obra una. Seria de perdoar a linha narrativa pobre se a história tivesse mesmo piada, mas não tem realmente. A melhor personagem é provavelmente uma Broa de Avintes.


    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *